Encontro CIALP de Goa: Mensagem do Presidente
13-05-2015

Dá-se conhecimento público do conteúdo de carta enviada pelo Presidente do CIALP aos membros associados e membros dos órgãos sociais CIALP, assim como a todos os participantes no Encontro e no IV Forum CIALP de Goa:

“Enquanto Presidente do Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa, serve a presente carta para agradecer a vossa presença no Encontro CIALP de Goa, por ocasião da realização do IV Forum CIALP, assim como das reuniões da Assembleia-Geral e do Conselho Directivo da nossa associação.
Cumpre reconhecer, desde logo, que este Encontro traduziu-se num grande sucesso institucional e político do CIALP, implicando acrescida responsabilidade colectiva para futuro.
Devemos estar, por isso, agradecidos e reconhecidos à Secção de Goa do Instituto Indiano de Arquitectos pelo esforço desenvolvido, pela generosidade e impecável organização, e pelos resultados alcançados, assim como pela mobilização do Governo do Estado de Goa, da Direcção Nacional do Instituto Indiano de Arquitectos, da Escola de Arquitectura de Goa e da própria sociedade civil que muitos nos honraram com a sua presença. De igual modo, aqui testemunho o empenho do Vice-Presidente Rui Leão, assim como do Secretário-Geral Gilson Paranhos e do Secretariado do CIALP na pessoa da Drª Clélia Fernandes.
Importará ainda assinalar, entre outras, a participação da Directora-Geral da Academia das Escolas e Faculdades de Arquitectura e Urbanismo de Língua Portuguesa, Profª Arqª Conceição Trigueiros, assim como o apoio institucional de inúmeras entidades locais e não-locais, indispensáveis para o sucesso da iniciativa. E creio também ser de salientar que, pela primeira vez, o Encontro CIALP foi destacado no website e na newsletter da União Internacional de Arquitectos, que apoiou institucionalmente o evento.
Gostaria igualmente de sublinhar que, apesar da União dos Arquitectos da Guiné-Bissau não ter estado em Goa por razões de força maior de última hora, todos os outros associados CIALP marcaram presença, a par de uma delegação de arquitectos de Timor-Leste, o que acontece pela primeira vez. Destaco também a adesão formal da Ordem de Engenheiros e Arquitectos de São Tomé e Príncipe ao CIALP, tornando-se assim no 9º membro da nossa associação.
Por fim, mas não menos importante, importa relevar o trabalho profícuo do Conselho Directivo e da Assembleia Geral do CIALP, assim como do IV Forum de Goa que juntou um amplo conjunto de profissionais, críticos e académicos, em geral com apresentações de altíssima qualidade de conteúdos, que agora servirão para construir uma sucinta Declaração de Goa que informará o Congresso UIA no Rio de Janeiro, em 2020. Disto daremos conta durante o mês de Maio.
Uma vez mais, manifesto o meu reconhecimento à Secção de Goa do IIA e agradeço a presença de todos, certo de que o caminho de sedimentação e afirmação do CIALP deverá continuar no presente mandato e no futuro. Apesar do muito trabalho já realizado, não deixará de ser um caminho tão difícil quanto útil e generoso, cujo sucesso decorrerá sempre da sua dimensão colectiva vertida em missão de projecto e em geoestratégia comum.
Estou em crer que, caso assim seja, haverá um futuro promissor para o CIALP, unindo e entregando voz a todas as Associações de Arquitectos dos Países e Territórios de Língua Portuguesa, assim como aos cerca de 150 000 arquitectos que, nos quatro continentes, falam português”.

João Belo Rodeia
Presidente do CIALP

*