Charles Correa (1930-2015)
18-06-2015

Bombaim | O coração de Charles Correa, membro honorário do CIALP, deixou de bater na passada terça-feira, dia 16 de Junho.
Conforme afirmou Prakash Deshmukh, Presidente do Instituto Indiano de Arquitetos, "Charles Correa foi a inspiração para a infusão da modernidade na arquitetura indiana depois de 1947. Perdemos um inspirador de tendências e uma amada figura paternal".

Charles Correa nasceu a 01 de Setembro de 1930 em Secunderabad, estudou arquitectura nos Estados Unidos (Universidade do Michigan e Instituto de Tecnologia de Massachusets) e estabeleceu-se como arquiteto em 1958 na cidade de Bombaim.
Durante mais de 50 anos, projectou um vastíssimo conjunto de edifícios, desde o Memorial Mahatma Gandhi em Sabarmati Ashram até ao Jawahar Kala Kendra em Jaipur e à Assembleia Estadual para Madhya Pradesh, assim como inúmeros conjuntos de habitação económica em Deli, Bombaim, Ahmedabad, Bangalore e outras cidades na Índia. Mais recentemente, entre outros, desenhou o Centro de Neurociência do MIT, nos Estados Unidos, o Centro Ismaili de Toronto, no Canadá, e, em Portugal, a Sede e Centro de Investigação Biomédica da Fundação Champalimaud.
Desde cedo, foi alvo da atenção crítica pela capacidade de reinvenção da arquitectura moderna. Diante do crescimento exponencial das metrópoles urbanas, soube oferecer esperança e soluções concretas ao maior número, evitando estilos e ornamento, e favorecendo conteúdos e espaço vivenciável, procurando edifícios mais humanizados nos respectivos contextos. Nos anos 1970, por exemplo, liderou a equipa de arquitetos que projetou Nova Bombaim, uma extensão da cidade de Bombaim para acolher dois milhões de pessoas.
Em reconhecimento pela sua obra e pelo seu papel como arquitecto, foi homenageado dentro e fora da Índia, designadamente com a Padma Vibhushan, uma das mais prestigiadas condecorações do seu país natal.

O CIALP enviou à família de Charles Correa e ao Instituto Indiano de Arquitetos sentidas condolências pelo seu desaparecimento.

*